[Curta] Beauty

A ideia do diretor Rino Tagliafiero é simples: Ele pega várias pinturas, de diferentes épocas e artistas, e as anima digitalmente para embasar uma narrativa. Desnecessário comentar a qualidade artística do curta, mas é interessante pontuar a sua narrativa. Como o trabalho de interpretação vocal inexiste, e como Tagliafiero se utiliza de obras já existentes, a história segue uma linha completamente interpretativa, que eu encarei como três atos: Paz/Prazer – Guerra – Luto/Solidão. E nesses três atos o diretor consegue encontrar as melhores pinturas que os ilustram, formando assim uma história trágica e emocionante. Vale a pena assistir, especialmente se você é um fã da arte utilizada aqui.

 

beauty

Star Trek – Into The Darkness

Verdade seja dita, eu não sou o maior fã de Star Trek. Sempre fui maluco pela fantasia científica genial do Star Wars, mas vez ou outra arrisco uma assistida em alguma coisa da franquia “rival”. Desde a série clássica, passando por alguns filmes, até o filme de 2009, pouca coisa me atraiu muito para o lado Trekkie da Força (com exceção do The Wrath of Khan).

Isso até ontem, quando fui assistir Star Trek: Além da Escuridão. E o filme não peca em quesito algum, sendo extremamente bem executado em vários e vários termos. A começar pelo roteiro, que conta uma história simples – porém efetiva -, mas repleta de revelações interessantíssimas.

A cinematografia, mesmo recheada de Lens Flare, cria cenas hipnotizantes e muito bonitas, especialmente em momentos como na ilha do começo do filme, na Londres futurista e na volta da Enterprise à Terra. Nesse quesito, inclusive, chegou a lembrar bastante o Mass Effect, o que me deixa muito feliz  (Até porque, vamos lembrar, com Pacific Rim saindo pela mesma produtora do Mass Effect e com um Star Trek sendo dirigido de forma similar ao jogo, eu fico bastante esperançoso por esse material cinematográfico que está por vir)

Mas o grande trunfo do filme está nas atuações e nos personagens. O desenvolvimento do Kirk e do Spock é SENSACIONAL, culminando numa das cenas mais intensas que já vi em toda a franquia Star Trek (e mais intensas que qualquer cena que já vi em Star Wars). O Zachary Quinto é um Spock excepcional, e a forma como ele encarna o personagem deve o Leonard Nimoy orgulhoso. Já o Benedict Cumberbatch estoura qualquer medidor de nível de atuação, com suas expressões faciais e sua voz impostada criando as nuances perfeitas para o seu personagem. Sem sombra de dúvida, a melhor atuação do filme está por conta dele, e sozinho já vale o seu ingresso.

Resumidamente falando, Star Trek: Além da Escuridão é um filme que agrada qualquer fã de ficção científica, explode a cabeça de qualquer pessoa que acompanhou a série/filmes (categoria na qual me encaixo) e deve fazer chorar qualquer Trekkie de longa data. Eu, sem sombra de dúvida, já o tenho como um dos meus filmes de sci-fi favoritos do ano. Merece a assistida (:

Ponderando sobre o Oscar 2013

Aproveitando que a premiação é hoje à noite, e considerando que eu assisti bastante coisa dessa vez a ponto de ter uma opinião, vou fazer os meus chutes aqui. Vai que eu ganho um doce ou um balão, hm.

MELHOR FILME

Quem eu queria que ganhasse: Beasts of The Southern Wild ou Django. Sério, esses filmes são maravilhosos. O primeiro é como se o Studio Ghibli encontrasse o Terrence Malick e eles fizessem uma fábula extremamente reflexiva e poética. A simplicidade e beleza desse filme que certamente o fizeram receber a indicação, e é um que eu adoraria ver ganhando o prêmio, assim como Django, que é SEM DÚVIDA uma das masterpieces do Tarantino. A consistência é assustadora, assim como sua estrutura de “tributo”, mesmo recheado de personalidade. É uma mistura do underground com a cultura pop e uma história que é parte da identidade do Tarantino, o que é sinônimo de genial.

Quem vai ganhar: Lincoln. A direção, a história, a fotografia, a trilha sonora… é tudo na zona de conforto da Academia, além de ser uma belíssima homenagem ao presidente americano, com uma visão bastante intimista e humanista dele. A pesquisa de 4 anos do Spielberg funcionou perfeitamente pra criar um caráter único para o filme, contando a história do Abraham Lincoln como ninguém jamais contou no cinema.

MELHOR ATOR

Quem eu queria que ganhasse: Até assistir Lincoln, minha torcida ia pro Joaquin Phoenix no The Master, no qual ele faz uma atuação ridícula de excelente. A sua interpretação do personagem, um membro fanático de um culto, chega a tornar incontestável a veridicidade da sua personalidade. Porém o Daniel Day-Lewis é um dos melhores atores da História do cinema contemporâneo, e a sua interpretação do Lincoln mais humano o tornou o meu favorito pra essa premiação.

Quem vai ganhar: O Daniel Day-Lewis mesmo. Denzel Washington, Bradley Cooper e Joaquin Phoenix fizeram trabalhos EXCELENTES, mas ninguém supera o Daniel Day-Lewis. Esse prêmio já tem dono LOL

MELHOR ATRIZ

Quem eu queria que ganhasse: Desde que assisti Beasts of The Southern Wild que eu fiquei de queixo caído pela atuação da Quvenzhané Wallis. A MENINA DE SEIS-FUCKING-ANOS deu o topping de inocência que restava pro filme se tornar uma genuína peça do Hayao Miyazaki, e eu considerava a minha preferida até então. Mas dificilmente eu acredito que o Oscar vá dar um prêmio de melhor atriz pro primeiro trabalho de uma garota de 6 anos. Uma pena ):

Quem vai ganhar: Naomi Watts fez um trabalho BIZARRO em O Impossível, a Jennifer Lawrence foi excelente em O Lado Bom da Vida e a Jessica Chastain aparentemente fez um belo trabalho n’A Hora Mais Escura, mas… Emmanuelle Riva em Amour  Ela é basicamente a Meryl Streep francesa, melhorando a cada nova atuação. E apesar dos 86 anos que carrega nas costas, a delicadeza com a qual ela interpretou a Anne no filme do Haneke é indescritível. Dá logo o prêmio pra ela porque nesse quesito não tem nem discussão LOL

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Quem eu queria que ganhasse: Christopher Waltz. Quem assistiu Django e viu O CARISMA do Dr. King Schultz sabe o que eu estou falando. Um dos melhores personagens do Tarantino, um dos melhores personagens de 2012 e SEM DÚVIDA um dos melhores e mais memoráveis personagens DA HISTÓRIA. A interpretação do Waltz só adicionou ao personagem, tornando ele, além de tudo, vívido.

Quem vai ganhar: Christopher Waltz. O único argumento que eu utilizo aqui é Dr. King Schultz do Django. Não precisa de mais nada

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Quem eu queria que ganhasse: Essa lista estava, até então, passando bem despercebida pra mim. A participação da Amy Adams n’O Mestre é quase imperceptível, e a Sally Field/Jacki Weaver fazem interpretações boas em Lincoln/Lado Bom Da Vida, respectivamente. Mas até aí nada que fosse digno de atenção. Até vir a Anne Hathaway em Os Miseráveis. A Fantine dela é a melhor interpretação da personagem que eu tenho notícia, e a única que eu vi que conseguiu passar de maneira perfeita e indiscutível o sofrimento da personagem para as músicas. Quem assistiu e viu a interpretação dela para I Dreamed A Dream sabe o que eu estou falando. Sem dúvida o prêmio é dela, e qualquer contestação é digna de uma voadora na cara.

Quem vai ganhar: Anne Hathaway. Só preciso apresentar um argumento aqui –https://vimeo.com/57271396

MELHOR DIRETOR

Quem eu queria que ganhasse: Eu realmente adoraria ver o Benh Zeitlin levando esse prêmio hoje. Digo isso porque a forma como ele dirigiu Beasts of Southern Wild foi digna de prêmio. Fora que ele criou um estilo e uma identidade que misturam dois dos meus maiores ídolos no quesito, o Hayao Miyazaki e o Terrence Malick. Porém seria muita inocência acreditar que a Academia daria um prêmio tão importante para um diretor iniciante, se bem que o Ben Affleck (erroneamente ignorado neste Oscar) estreou a sua carreira como diretor em Argo, e recebeu todos os prêmios possíveis por este quesito por onde passou. Bom, não custa nada acreditar…

Quem vai ganhar: Steven Spielberg. Lee, Haneke e Russell fizeram excelentes trabalhos, mas toda a pesquisa e capacidade do Spielberg para narrar a história do Lincoln vão dar esse prêmio pra ele. Disso eu não tenho dúvida. Considerando que geralmente quem leva Melhor Diretor também leva Melhor Filme, eu estou fazendo uma matemática básica pra gerar essa opinião, também. Sem desmerecer o trabalho dele, no entanto, que foi digno da indicação e sem dúvida merece a premiação.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Quem eu queria que ganhasse: Apesar de ter adorado Moonrise Kingdom, e apesar de adorar o Wes Anderson, não tem concorrente certo quando o Tarantino participa dessa categoria. O cara é um dos melhores (se não o melhor) roteirista de cinema da atualidade, e a capacidade de se renovar e conseguir criar soluções e estruturas narrativas pra uma MESMA storyline são impressionantes. Já é a quarta vez que ele utiliza a base da Vingança nos seus roteiros, mas Django Livre consegue ser único em infinitos quesitos.

Quem vai ganhar: Quentin Tarantino. Além de toda explicação que dei acima, ele já ganhou todos os prêmios que a categoria permitiu a ele. Não tem outra, Melhor Roteiro Original é do Django (:

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Quem eu queria que ganhasse: A primeira coisa que eu imaginei quando assisti Life of Pi foi “COMO INFERNOS O ANG LEE FEZ ISSO?”. Depois de pesquisar um tanto, descobri que o filme havia sido baseado num livro. Aí o meu pensamento seguinte foi “COMO INFERNOS ALGUÉM CONSEGUIU TRANSPÔR UM LIVRO COM ESSE TIPO DE NARRATIVA PRO CINEMA?”. Aí que todos os créditos foram pro David Magee. Não é fácil pegar um livro com a estrutura do Life of Pi e transformar isso num filme. A direção do Ang Lee foi essencial, mas a adaptação do Magee é tão importante quanto. Certamente ele levará o prêmio esta noite, apesar de Beasts of The Southern Wild e Argo estarem, na minha opinião, gritando para receber o prêmio também.

Quem vai ganhar: Considerando o caráter extremamente conservador e político d’A Academia, eu acredito que Argo leve esse prêmio. É uma baita história envolvendo a participação da CIA na Revolução Iraniana, e um dos favoritos dos jurados para Melhor Filme, se não fossem todas as tretas envolvendo ele. Pelo menos ele tem chances de levar como Melhor Roteiro Adaptado, o que eu acredito que realmente acontecerá.

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

Quem eu queria que ganhasse: Amour. Sem dúvida ALGUMA. Um dos filmes mais bonitos que eu vi em 2012, com uma direção incrível do Haneke. A delicadeza quase etérea do filme, somado à sua estrutura narrativa BASTANTE dramática e as atuações exemplares do Jean-Louis Trintignant e da Emmanuelle Riva fizeram a experiência de assistir esse filme uma das mais tocantes possíveis. Não vou mentir que não assisti os outros candidatos, mas isso não importa. Esse prêmio tá na mão da Áustria dessa vez.

Quem vai ganhar: Não bastasse a superioridade absoluta do Amour, ele também é o único desses filmes que TAMBÉM está concorrendo como Melhor Filme. Uma matemática simples já indica quem é o vencedor aqui…

MELHOR LONGA ANIMADO

Quem eu queria que ganhasse: Eu sinceramente não entendi todo o ódio do público pra cima do Brave. Falaram merda da narrativa, dos personagens… Sério? A narrativa é baseada nas próprias lendas escocesas, tratando até uma intertextualidade com a própria história do filme, que fica recorrentemente se citando. Quem achou a história fraca certamente nunca leu uma lenda ou uma fábula européia. É o mesmo problema que as pessoas têm para entender Beasts of The Southern Wild, acho. A falta de sensibilidade para entender que nem todo filme precisa ter uma história séria ou literal, mas pode ser fabulosa e mítica o quanto quiser, também. Filmes estão aptos a explorar emoções e sensações à vontade, não precisam ficar presos a metas e parâmetros. Mas se você preferir uma opção mais clássica, Wreck It Ralph tá aí pra mostrar uma animação ULTRA ÉPICA, lotada de referências interessantíssimas, um roteiro incrivelmente original e uma ligação fenomenal do espectador com os personagens. Eu estou entre esses dois aqui, então eu vou preencher este tópico com o Brave, porque…

Quem vai ganhar: Wreck It Ralph. Sem dúvida um dos melhores filmes de animação do ano passado, e seu conjunto de referências, somado à incrível personalidade dos personagens e ao roteiro incrivelmente original certamente farão esse filme levar o prêmio de melhor longa animado de 2012 (:

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

Quem eu queria que ganhasse: Steven Spielberg não sabe brincar em serviço. Além de explorar o lado humanizado e “casual” do Abraham Lincoln, ele também teve a contribuição de um dos melhores compositores da atualidade, o John Williams. Os seus temas casam de maneira impressionante com a fotografia e as atuações, contribuindo para que a estrutura narrativa de Lincoln seja uma amálgama de sensações, todas funcionando em conjunto para contar uma só história. Apesar de ter adorado a trilha do Mychael Danna pro Life of Pi e do Thomas Newman pro Skyfall, eu realmente espero ver esse prêmio na mão do Williams dessa vez.

Quem vai ganhar: John Williams. Ele criou o ingrediente perfeito pra casar com o bolo da narrativa do Lincoln, além de ser o John-Fucking-Williams. Esse prêmio tá na mão dele, não adianta nem contestar.

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Quem eu queria que ganhasse: “You got a double / Who brings you trouble / And though you’re better without me / Everybody needs a best friend / I’m happy I’m yours”. TED, AMIGOS. TED! 

Quem vai ganhar: Apesar da música do Ted ser genial, lembremos que o MacFarlane está apresentando o Oscar este ano. Não é comum entregarem prêmios para os filmes em que os hosts participam. Então eu vou chutar, ainda mais considerando o teor “clássico” que essa música remeteu, que o prêmio vai pra Skyfall. A interpretação da Adele fez a música parecer ter saído de um dos 007 originais, e com certeza é a melhor música de toda a lista.

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Quem eu queria que ganhasse: http://www.youtube.com/watch?v=m7WBfntqUoA

Quem vai ganhar: http://www.youtube.com/watch?v=m7WBfntqUoA. Sério que vocês precisam de MAIS argumentos? 

MELHOR FOTOGRAFIA

Quem eu queria que ganhasse: Aqui a coisa se complica LOL Eu estou torcendo para três filmes nesse quesito: Lincoln, Django e As Aventuras de Pi. E explico minha dúvida aqui. A fotografia é, assim como a trilha sonora, um recurso narrativo do filme. Ela precisa trabalhar pra contribuir na construção da história e na transmissão da mensagem, então ela precisa estar bem encaixada com o roteiro para que o filme seja coeso. Nesse caso, todas os três filmes que citei estão no páreo por esse prêmio. Lincoln tem uma fotografia épica, grandiosa, mas também um pouco “cansada”. Ela funciona perfeitamente para passar os sentimentos e dúvidas do Lincoln durante os trâmites da aprovação da décima terceira emenda. Já As Aventuras de Pi tem uma fotografia condizente com o ar etéreo e fabuloso da narrativa, casando perfeitamente com a intenção do Ang Lee de contar a história do jeito em que foi contada. E por último, mas não menos importante, Django trabalha a com uma fotografia que incorpora os ares dos clássicos de Western e Spaghetti Western dos quais o Tarantino é tão fã, inclusive trazendo filtros da famosa “Câmera Árida”. Em suma, todos os três filmes merecem ganhar esse prêmio.

Quem vai ganhar: Lincoln. Sem dúvida a fotografia desse filme é a mais “clássica” em termos cinematográficos, e isso não quer dizer que ela seja maçante! Muito pelo contrário, na verdade. Ela consegue remeter aos melhores filmes de Hollywood mas também consegue se casar perfeitamente com os sentimentos do Lincoln em cada cena, fazendo dela uma perfeita adição narrativa à história.

MELHOR CURTA ANIMADO

Quem eu queria que ganhasse: Apesar de ter ADORADO Adam & Dog, Fresh Guacamole e Maggie Simpson in “The Longest Daycare”, não há dúvidas de que esse prêmio vai pro Paperman. A beleza da história é INCRÍVEL, e a sua direção de arte é magistral. O melhor curta da lista, de longe.

Quem vai ganhar: Paperman. Não há dúvidas de que esse curta conseguiu mesclar uma narrativa bonita, delicada e leve num espaço tão curto de tempo e ainda conseguiu conquistar e cativar com ela. É indiscutivelmente o melhor da lista, e com certeza será o ganhador desse prêmio.